Nike e a ciência do sharing


Os planos da Nike em relação à tecnologia não são apenas restritos a sapatilhas de ponta, a descoberta de um novo tipo de espuma de poliuretano ou algum outro grande avanço na ciência do amortecimento. Os engenheiros nos laboratório da empresa não estão fazendo sapatos ou roupas. Eles estão silenciosamente iniciando uma revolução no marketing.

A Nike Digital Sport, uma nova divisão da marca criada em 2010, visa desenvolver dispositivos e tecnologias que permitem aos usuários acompanhar suas estatísticas pessoais em qualquer esporte que pratiquem. Seu produto mais conhecido é o sensor Nike running, uma ferramenta de rastreamento  de desempenho  desenvolvida em conjunto com a Apple. Hoje cerca de 5 milhões corredores verificam o seu desempenho e postam seus números no site da Nike+.

No mês passado, a Nike  lançou uma evolução deste conceito, uma pulseira que acompanha a quantidade de energia que você gasta no dia a dia chamada FuelBand, que se comunica com o iPhone e tem integração com Facebook e Foursquare.

A empresa não está interessada somente em criar aparelhos, o objetivo principal da marca é ficar mais perto de seus consumidores e seus hábitos. Isso significa que a Nike pode segui-los, construir uma comunidade online para eles e forjar um relacionamento mais próximo do que nunca.

Na Fortune foi publicada uma matéria muito interessante sobre a trajetória da Nike na era do marketing digital. Vale o clique.

Enviar comentário