Artigos Etiquetados :

facebook

reputacao
Lidando com Crises nas Mídias Sociais

Hoje qualquer pessoa pode empunhar um sabre de luz. Não entendeu? Ao final do post minha analogia vai fazer sentido.

Pouco tempo atrás um cidadão de Orillia, cidade de 30 mil habitantes na província de Ontario, no Canadá, fez um post no Facebook mostrando uma garrafa de ketchup da marca French’s, elogiando o sabor do produto, o fato de ser livre de conservantes, e de ser fabricado no Canadá, com tomates canadenses.

FRENCHS7

Em pouco mais de três dias, no entanto, o post já tinha alcançado mais de cem mil compartilhamentos.

Brian Fernandez, o cidadão em questão, criticava o fato da marca Heinz, líder de mercado, ter abandonado sua produção e fabricação na cidade de Leamington, deixando pra trás 740 empregos. Os tomates de Leamington, porém, foram utilizados justamente pela marca French’s para criar seu produto. Brian diz ter comprado uma garrafa de French’s e adorado. O post terminava com um cínico adeus: Bye, bye, Heinz.

O post de Brian viralizou e causou um alvoroço total. Com um texto bem fundamentado, a postagem de Brian serviu de base e incentivo para centenas de campanhas, onlines e offlines, de boicote ao produto da Heinz e de estimulo para o consumo do ketchup fabricado no Canadá.

FRENCHS6

“Cento e dois mil, quatrocentos e vinte e dois compartilhamentos do meu post original. Eu só postei para os meus 400 e poucos amigos. Incrível o poder das mídias sociais (…)”

FRENCHS8

Mais de 200 jornais, blogs e sites de notícias repercutiram o texto de Brian, e o resultado foi claro e imediato: em poucos dias, enquanto os estoques de Heinz permaneciam empacados nos supermercados, o ketchup French’s simplesmente desapareceu das prateleiras do país.

FRENCHS5

FRENCHS4

Entendeu agora a analogia no começo do post? A habilidade de danificar a imagem de uma marca não é mais limitada àqueles com as conexões certas. Agora a ameaça pode vir de qualquer um, a qualquer momento e de qualquer lugar.

Esse episódio pode ser divido em 3 etapas:

Ignição – O abandono da Heinz deixando 740 pessoas desempregadas foi o que desencadeou o descontentamento de Brian Fernandez, seu post no Facebook foi o ponto de partida para o caos.

Amplificação – Abraham Lincoln uma vez disse: “caráter é como uma árvore e reputação é como uma sombra. A sombra é o que pensamos a respeito e a árvore é o que realmente é”.

Pense nas mídias sociais como a sombra, refletindo e amplificando tudo que as pessoas pensam sobre sua marca.

Normalmente questões relacionadas a reputação são desencadeadas, amplificadas e prolongadas por causa das mídias sociais sociais, mas é um erro pensar que a mídia social está desvinculada de outras mídias. Mais de 200 jornais, blogs e sites de notícias repercutiram o post e foi aí que a coisa fedeu de verdade para a Heinz.

Prolongamento – Ao contrário das conversas que temos no dia-a-dia, que são limitadas pelo tempo e espaço, discussões nas mídias sociais se expandem e se contraem à medida que as pessoas entram e saem da briga. Quanto mais fogo tem na fogueira, maior é a possibilidade dessas brigas serem citadas em blogs e na mídia. Toda estas publicações são indexadas por mecanismos de busca, significando o prolongamento por semanas e meses da crise.

Lidando com crises

Em termos de mídia social, uma crise ocorre quando a conversa foge ao controle da empresa. Para cada empresa, o limiar de controle é diferente, e o ponto no qual movimentos negativos vão além de mero ruído para uma questão de negócios mais importante é diferente também.

Não há dúvida de que a mídia tende a reagir exageradamente às crises nas mídias sociais. Os jornalistas estão sempre à procura de notícias – e não há terreno mais fértil que as redes sociais.

Sua abordagem geral deve obedecer as regras de ouro da gestão de crises em redes sociais:

Honestidade – não use de qualquer tipo de mentira para tentar sair da crise.

 Transparência – mostre às pessoas o que você está fazendo para resolver a situação, você irá definir as suas expectativas de melhoria de forma realista. Se a empresa tiver que levar um longo tempo para chegar à solução final, isso deve aberto também.

 Simplicidade – não tente enrolar com palavras difíceis e frases ambíguas.

Respeito – mantenha o respeito mesmo com aqueles que forem depreciativos.

 Velocidade – acima de tudo trabalhe rápido. Isso provavelmente irá custar dinheiro e você deve estar preparado para gastá-lo, mas o custo será menor do que sofrer um grande golpe em sua reputação.

Você terá de lidar com emoções. As pessoas podem estar indignadas. Elas podem protestar do lado de fora de suas instalações. Eles podem criar um hashtag no Twitter para ajudar a espalhar a mensagem negativa. Como você vai reagir se as mensagens nas mídias sociais sugerirem um boicote como no caso da Heinz? Seja qual for a crise, é provável que vire uma bola de neve. Então, esteja preparado para a próxima onda de ataques, mantenha a calma e responda. Responda rápido para que a última seqüência de caracteres em uma conversa seja sempre sua.

Nunca é demais estar preparado e ter um plano de contenção de crises à mão. Você já tem um?

GlennV / Shutterstock.com

com informações de hypness

shutterstock_281685587-edit
No Facebook Nunca é Feriado – Venda mais nessas Datas

No Facebook há mais mensagens, compartilhamentos e comentários durante férias e datas comemorativas do que qualquer outra época do ano. Mais pessoas utilizam seus dispositivos móveis para encontrar ofertas e ideias de presentes antes comprar.

Para o varejo, é o melhor momento para atingir o seu público, aumentar a consciência sobre produtos e fazer o business crescer.

Vamos pegar o mês de dezembro como exemplo, onde as pessoas estão de férias (nem todas ) e onde temos a data de maior importância para o varejo – o Natal.

O foco deste post é aumentar visibilidade de sua marca e consciência sobre seus produtos, tendo isto em vista, vou mostrar algumas táticas para gerar buzz para o seu negócio.

calendario

Vamos nos concentrar nas duas semanas que antecedem o natal.

Como você pode gerar buzz sobre seu negócio no início de dezembro?

A primeira coisa a fazer é entrar no clima de natal e dar uma temática para sua página no Facebook.

Capa natalina

face2

Uma ou duas semanas antes do Natal dê uma temática natalina à capa de sua página no Facebook.

Mostre seus produtos como presente

 

Exemplo 1:

Perfume o Natal de alguém que você adora com o Kit Floratta in Rose (R$79,99). (link para o site)

boticario facebook

Vá mostrando seus produtos como opção de presente, juntamente com um texto que associe seus produtos ao natal.

Exemplo 2:

Ainda não decidiu o presente do seu amigo secreto? Aproveite nossa oferta (link)

dafiti

No caso acima o ideal seria mostrar o produto sendo colocado em uma caixa de presentes e criar consciência sobre o que você está vendendo.

Você também pode mostrar seus produtos sendo colocados em meias de papai noel e escrever um chamada do tipo:

Já colocou nossa camisa exclusiva em sua meia de natal este ano? (link)

meia natal

Esses posts são festivos, legais, criativos e geram vendas.

Outra maneira de chamar a atenção para sua marca e fazer sua base de seguidores falar, olhar, curtir e compartilhar, ou seja, ganhar visibilidade para sua marca, é taguear alguém em uma foto e dar um brinde a essa pessoa. Tagueie alguém e explique por que ele mereceu ganhar aquele presente.

Dependendo do seu tipo de negócio você pode postar receitas e fotos de pratos natalinos.

Como maximizar suas vendas dias antes do Natal?

Ofereça frete grátis para seus produtos

Coloque contagem regressiva em seu site e nos posts do Facebook

Mostre imagens dos seus produtos sendo enviados

Aumente o senso de urgência em suas imagens e textos

Faça chamadas do tipo:

“Última semana para comprar a tempo do natal!”

“Corra! Só dois dias para comprar a tempo do natal!”

“ÚLTIMO DIA para comprar a tempo do natal!”

Nunca é cedo demais para começar a se planejar para os feriados. Verifique se você tem as ferramentas certas, teste a sua criação para diferentes públicos e entenda o comportamento de seus clientes antes da corrida do feriado.

Lewis Tse Pui Lung / Shutterstock.com

fce
Por que o Facebook é essencial para seu marketing B2B

O relatório “Social Media Marketing Industry Report 2015”, publicado por Michael Stelzner, fundador do Social Media Examiner, analisou cerca de 3.700 profissionais em muitas empresas de tamanhos diferentes que fazem marketing através de mídia social. Grande parte do foco para o B2B em mídias sociais, segundo a pesquisa, foi a geração de leads e o estabelecimento de liderança de pensamento (ser referência na área de atuação).

Em 2015 as plataformas mais usadas foram:

LinkedIn – 41%

Facebook 30%

Parece que algumas empresas acreditam que o Facebook não se aplica ao seu negócio, mas com 1,55 bilhão de usuários e mais de 1 bilhão de usuários ativos por dia, a probabilidade do seu público estar no Facebook é muito grande, os números não mentem.

Publicidade inteligente

Criar mensagens personalizadas para um público imenso e altamente segmentado,  junte isso com robustas ferramentas de análise para tomar decisões inteligentes e temos uma oportunidade incrível. Hoje o Facebook é a plataforma mais poderosa para alcançar seus clientes potenciais, sem dúvida.

Gestão da marca e reputação

Sua marca fora do Facebook significa estar fora da maior conversa do planeta. Você pode certamente encontrar marcas como Nike usando bem a plataforma. Mesmo se seu negócio for menor, você ainda deve prestar atenção ao que está acontecendo em 2016 para posicionar melhor sua empresa em seu mercado. Isso significa não só falar, mas escutar bastante as conversas no Facebook.

Aproveite o imenso potencial do Facebook

Se cada post que você publica é um link para uma oferta ou cupom, provavelmente está perdendo o poder da plataforma.

Para fazer o Facebook trabalhar para você, evite a todo custo tentar enganar seu público. Você deve estar disposto a ser honesto, vulnerável e transparente. O ambiente social do Facebook recompensa uma certa “inocência”, mas cuidado, não confunda mensagens transparentes com mensagens imprudentes.

2016

Em 2016 mais oportunidades de engajamento e geração de leads estão surgindo como o Facebook live video, um live-streaming, como Periscope e YouTube Live.

Facebook video posts continua crescendo. No ano passado, a quantidade de vídeo de pessoas e marcas no feed de notícias do Facebook aumentou 3,6 vezes ano-a-ano.

Facebook Ads – a cada ano a efetividade da plataforma de publicidade do Facebook se torna mais efetiva, é uma ferramenta, se bem usada, de baixo custo para geração de novos leads.

Conecte-se e conquiste mais clientes com o Facebook em 2016!

Twin Design / Shutterstock.com

com informações de http://www.entrepreneur.com/article/270141

shutterstock_245947327
Facebook Marketing sem Ads #01: Google é Amigo do Face

Para maioria das pessoas é frustrante gerenciar uma página no Facebook sem nenhuma ou pouca verba para investir.

3

O gráfico acima é um contraste entre likes pagos e não pagos de uma página qualquer. A maioria das fan pages apresenta uma disparidade ainda maior, que representa o engasgo causado pelos mecanismos impostos pelo Facebook e também causado pelo mal gerenciamento.

Uma boa notícia!face01

É possível fazer sua página crescer de forma consistente, sem pagar por anúncios.

Não estou dizendo que você não deva usar o Facebook Ads, pelo contrário, é uma excelente ferramenta de publicidade, mas essa série de posts trata de como conseguir novos likes de forma orgânica, sem precisar pagar por uma única curtida.

Vamos começar fazendo uma busca no Google.

googleface

Ao fazer uma busca por “Hamburgueria” o Google retorna páginas locais entre os primeiros resultados. Repare que ele retornou a página local “Melt Hamburgueria Gourmet”. Reparou que é uma página do Facebook?

Reparou em algo mais?

melt

Na figura acima, à direita você vê um dos resultados do Google e à esquerda, a página referente ao mesmo.

A primeira coisa que o Google mostra é o nome da página, como intitulada no Facebook, que se torna também o título da busca. Você pode ver também as avaliações (se for uma página local), o número de likes e a descrição.

Aparecer entre os primeiros resultados do Google é muito importante para qualquer negócio, então aqui vai alguns passos para tornar sua página mais fácil de achar:

Personalize a URL da página.

Adicione uma descrição com linguagem persuasiva, que resuma as qualidades do seu negócio, alinhada com palavras chaves estratégicas.

 Uma página com boas avaliações dos clientes é sempre bem vista pelo Google.

Espalhe seu link pela web – quantos mais links apontam para sua página, mais autoridade ela terá perante ao Google. Isso é uma das formas que o Google tem para medir a relevância da página e posicioná-la em seu ranking.

Twinsterphoto / Shutterstock.com

Facebook rouba funcionalidades do Twitter e muda feed de notícias

O Facebook anunciou na terça-feira, 6, mudanças no algoritmo do Feed de Notícias, que reúne os posts dos contatos do usuário. Com as alterações, a rede social quer ajudar a resgatar postagens mais antigas que a pessoa ainda não tenha visto.

Segundo o Facebook, cada vez que o usuário acessa o Feed existem, em média, 1.500 publicações de amigos e páginas. Mas o site prioriza cerca de 300 dessas publicações no dia.

O algoritmo do Feed funciona de acordo com o comportamento do usuário, segundo o Facebook, incluindo fatores como quantas vezes você interage com um contato, quantas curtidas, comentários e compartilhamentos o post recebe no geral e especialmente dos seus amigos, o quanto você interagiu com esse tipo de post ultimamente, e se você ou outros usuários esconderam ou denunciaram determinada publicação.

Dois meses após o Facebook introduzir as hashtags, o “Trending Topics”, outra ferramenta que ficou famosa dentre as funcionalidades do Twitter, começa a ser testada pela rede social. A novidade foi revelada nesta quarta-feira, 07, e será aplicada por uma pequena porcentagem de usuários norte-americanos.

Com a novidade, os internautas irão notar uma mudança acima do feed de notícias – local onde estarão localizadas as palavras-chaves mais usadas no momento. Ao clicar na palavra, o usuário pode conferir tudo o que está sendo falado sobre o assunto, por meio das mensagens postadas.

via proxxima

Guaraná Antarctica celebra o Dia do Amigo com seus fãs

Vinte de julho é Dia do Amigo, e para não deixar passar em branco, o Guaraná Antarctica vai proporcionar à audiência de sua fan page, a oportunidade de eternizar essa data. Como? Todo mundo tem pelo menos um momento inesquecível com amigos, que poderia render um livro.

E é exatamente para as páginas de um livro que a marca de refrigerantes vai levar as histórias de amizade de seus fãs neste Dia do Amigo, reproduzidas em ilustrações únicas de grandes cartunistas, como Adão, Loro Verz, Cibele Santos (Mulher de 30) e Breno Melo (Bode Gaiato).

Para fazer parte da obra, por meio de um aplicativo disponível na fan page entre 16 a 20 de julho, os fãs contarão os casos vividos com os amigos e que valem um livro. As histórias serão analisadas por uma equipe curadora, e as mais curiosas, reproduzidas em tempo real pelos cartunistas e postadas na página durante a semana. Para o livro, serão selecionadas as 50 melhores entre as mais votadas pelo público no app.

Cadeira no Outback se conecta ao Facebook e surpreende aniversariantes

A Lew’Lara TBWA criou uma poltrona para o Outback que dá abraços nos aniversariantes. A cadeira se conecta ao Facebook para receber mensagens de amigos enviadas na rede social. A cada nova mensagem o aniversariante recebe um abraço. Além de materializar o carinho, o tablet que acompanha a caderia ainda tira fotos da reação do aniversariante a cada abraço e as posta em sua conta no Facebook.

Pepsi Like Machine: curtiu, levou

Por mais de 50 anos as promo girls foram encarregadas de distribuir amostras grátis nos sinais, shoppings e outras áreas de grande movimentação. Em tempos de Facebook e tecnologias inovadoras, a Pepsi e TBWA Bélgica uniram-se e criaram a Like machine, uma máquina que aceita um tipo de moeda muito especial – curtidas no Facebook.

Venda Mais $!

SEU NEGÓCIO UM PASSO À FRENTE!

Conheça Nosso Programa +midias
Quero Conhecer o Programa +midias
O programa +midias é uma apresentação de nossos serviços.